«

»

set 01

Dr. Orildo Nogueira resolve voltar ao SIDPESP, motivado pelas ações da atual diretoria.

Cerca de 20 anos depois de sair do SINDPESP, hoje foi dia do delegado de polícia Orildo Nogueira voltar oficialmente.

Orildo Nogueira tem 55 anos, é delegado de polícia de 1ª classe, atualmente trabalha na DDM de Lins e na Central de Polícia Judiciária, acumulando a titularidade do município de Getulina. Ele foi um dos fundadores do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, sendo o número “47”. Hoje, recebeu de volta a mesma numeração.

“Resolvi voltar ao sindicato motivado pelas novas ações desta diretoria, que está sendo incisiva na luta em favor dos direitos dos Delegados de Polícia”, explicou o delegado.

Orildo fez questão de avisar os amigos da refiliação e eles apareceram para prestigiar. Testemunharam o seu retorno a presidente do SINDPESP, Raquel Kobashi Gallinati, o diretor Emiliano Chaves Neto, o presidente da comissão de segurança pública da OAB, Arles Gonçalves Junior, a vice-presidente Renata Winter Gagliano Lemos, o ex-delegado geral Abrahão José Kfouri Filho e o delegado titular da Delegacia Antissequestro do DHPP, Gustavo Mesquita.

Nogueira é o único delegado de polícia titular de uma Delegacia de Defesa da Mulher, estando no cargo desde 2009. Todas as outras 129 unidades de DDM no estado são chefiadas por delegadas. Além disso, ele foi o primeiro delegado do Necrim, Núcleo Especial Criminal, em Lins, permanecendo no cargo de 2010 até janeiro de 2017.

 

fonte: http://www.sindpesp.org.br/noticias_det.asp?nt=491