«

»

mar 04

Motociclista, você e a moto: uma união feliz

O tema escolhido para a Campanha Nacional do Trânsito (18 a 25 de setembro) foi Motociclistas: Você e a moto uma união feliz.
A cidade de Lins através da Prefeitura, Polícia Civil – CIRETRAN, Polícia Militar e outras instituições a exemplo de outras comunidades promoverá uma campanha educativa, como pedágios, artigos e distribuição de cartilhas aos munícipes.
Como motociclista (embora “fora de forma”, pois vendi minha Honda CB há algum tempo), resolvi escrever um artigo sobre como viajar com segurança com sua moto.
Escolhendo o trajeto: Defina o trajeto de sua viagem, não pela menor distância, mas pela estrada mais segura. Mesmo que a rota seja mais longa opte por rodovias duplicadas, com apoio ao usuário e com um bom guia nas mãos. Quando necessário consulte a polícia militar rodoviária e as condições do tempo em sites especializados.
Escolha os lugares para possíveis paradas. Atender a autonomia das motos e a capacidade física das pessoas (tanto o garupa como a sua e dos demais companheiros de viagem). Pare a cada hora ou hora e meia. Andar a noite só em situações especialíssimas.
As motos: Recomendações de praxe, calibragem dos pneus, verificação das luzes, sistema elétrico, óleo do carter e do freio, ou seja uma pequena revisão antes do passeio. É muito importante que o motociclista conheça sua moto e tenha noções básicas de mecânica e elétrica. Você conhecendo a sua moto, saberá a capacidade de carga da mesma. É comum as namoradas, esposas comprarem coisas impossíveis de serem carregadas nas motos, seja pelo tamanho ou peso.
Motociclistas observem também:
O capacete além de resistente tem que ser exato para sua cabeça, pois grande pode escapar e pequeno causará desconforto.
Para os dias de frio é necessário um protetor para a cabeça e pescoço. As luvas embora um pouco desconfortáveis, dão uma proteção interessante para os dedos e as mãos.
Embora alguns acreditem que as melhores roupas (blusas e calças) sejam de couro, existem roupas especiais para motoqueiros.
As botas de cano médio ou longo são as ideais porque protegem o tornozelo e as pernas. Assim como a jaqueta e a calça as botas devem ser impermeáveis.
O peso da bagagem deve ser compatível com a sua moto e que ele deverá ser distribuído igualmente entre as bolsas.
Boa viagem!


Orildo Nogueira
Delegado de Polícia e coordenador do site www.comseguranca.com.br