«

»

mar 04

CUIDADO! SEU LAR PODE ESCONDER VÁRIOS PERIGOS

A imagem poética do lar como um refúgio superprotetor é bastante enganosa. Acidentes graves costumam ocorrer em casa.

Somos os maiores interessados e também os responsáveis por manter nossos lares em segurança. Para isso, precisamos descobrir os riscos e eliminá-los. É importante também conscientizar toda a família.

Nunca toque em aparelhos elétricos quando estiver com as mãos ou o corpo úmidos.

Não mude a chave de temperatura (inverno – verão) do chuveiro elétrico com o corpo molhado e o chuveiro ligado.trocar lâmpadas, toque somente na extremidade do suporte (de porcelana ou plástico) e no vidro da lâmpada elétrica. Se possível, desligue a chave geral antes de fazer a troca.
Mantenha os aparelhos elétricos em bom estado.

Não hesite em mandar consertá-los sempre que apresentarem problemas ou causarem pequenos choques.

Verifique sempre os fios elétricos que ficam à vista. Com o tempo, a sua capa protetora se desgasta. Nunca deixe um fio elétrico descoberto.

Instale o fio de terra em chuveiros e torneiras elétricas.

Ao manusear objetos metálicos, tenha cuidado para que não esbarrem em nenhum cabo elétrico aéreo.

Nunca pise em fios caídos no chão, principalmente se a queda foi conseqüência de uma tempestade.

EMPINAR PAPAGAIOS

A maioria das crianças adora empinar pipas, também chamadas papagaios ou pandorgas. No entanto, esta brincadeira pode terminal mal se não for observada uma regra básica:

Nunca empine pipas em locais onde houver cabos elétricos aéreos.

Os perigos são reais.

A pipa pode encostar num cabo elétrico e, se sua linha estiver molhada ou enrolada num objeto de metal (uma lata, por exemplo), ela se transforma num excelente condutor de eletricidade.

Não tenha receio de usar sua autoridade de pai ou de adulto para impedir que crianças empinem pipas em locais onde existem cabos elétricos aéreos. Explique a elas o risco que correm e indique um local adequado para brincar

 INTOXICAÇÕES POR COSMÉTICOS OU MEDICAMENTOS

Para evitar este tipo de intoxicação, observe à risca as recomendações abaixo:

Conserve artigos de limpeza, cosméticos e remédios fora do alcance das crianças.

Guarde os produtos num armário trancado á chave. Evite misturá-los no mesmo compartimento.

Todos os produtos de limpeza e remédios devem estar bem identificados. Se os rótulos forem danificados, providencie novas identificações.

Destrua os remédios que estão fora de uso. Derrame os líquidos no vaso sanitário e puxe a descarga; dissolva os comprimidos e faça o mesmo.

Não deixe que suas filhas pequenas brinquem com cosméticos. Muitas vezes um produto que é inofensivo ao adulto traz graves malefícios a uma criança.

No caso de ingestão de qualquer produto, procure o médico.

ACIDENTES ACONTECEM NO BANHEIRO
As quedas são acidentes mais comuns. A causa é simples: a maioria dos banheiros tem piso escorregadio, que freqüentemente se encontra úmido.
Muitas quedas, e até afogamentos, são registrados em banheiras. No banheiro podem ocorrer também choques elétricos, queimaduras por água quente, além de cortes com giletes e navalhas.

O uso de tapetes de borracha ou tiras antiderrapantes no fundo das banheiras ou sobre o piso do boxe dos chuveiros evita acidentes.
Pessoas idosas e deficientes físicas correm maior risco de sofrer quedas. A instalação de barras de ferro junto ao vaso sanitário e ao boxe do chuveiro pode prevenir quedas.
Não deixe sabonetes e vidros de xampu jogados no piso do boxe ou na banheira.

Fonte: www.cb.sc.gov.br