«

»

nov 18

Estou sendo vítima de assédio sexual, o que devo fazer?

 

Se você for alvo de assédio sexual em seu ambiente de trabalho, saiba que medidas tomar:  » Não fique calada
Se for vítima de assédio, não hesite em denunciar. Procure a delegacia mais próxima do local dos fatos ou vá à delegacia da mulher.

» Tenha cuidado
Pense muito sobre como denunciar o caso de assédio. Espere pelo momento certo para desmascarar essa situação.

» Arranje provas
Por exemplo, um e-mail que ninguém terá dúvidas de onde vem, ou um recado com um convite estranho. Faça tudo com a maior diplomacia e, de preferência, com as tão preciosas provas. Caso contrário, corre-se o risco de ninguém acreditar em você e, como acontece em muitos casos, à vítima virar ré.

» Tenha uma testemunha

Assédio é crime. Portanto, quanto mais subsídios você tiver, melhor. Por isso, antes da denúncia, tente encontrar alguém que possa testemunhar a seu favor. Dê preferência a colegas de trabalho ou até mesmo a outras mulheres que já sofreram a mesma situação com o acusado.

» Estratégia
Por que não atrair o agressor de uma forma que alguém o apanhe em flagrante? Não é coisa de novela. Lembre-se que um testemunho seria uma arma preciosa a seu favor.

» Não mostre medo
Se o agressor perceber que você tem medo, sentirá mais liberdade para agir como quiser. Enfrente-o.

» Chantagem
Se for vítima de chantagem – se o agressor for o seu chefe e lhe disser que a despede, por exemplo -, esse é mais um motivo para enfrentá-lo. Lembre-se que assédio é crime e, portanto, você não tem por que trabalhar ao lado de uma pessoa criminosa. Tente gravar uma dessas ameaças.

Acima de tudo, enfrente o fato como um problema extremamente grave e que tem que ser resolvido. O fundamental é não mostrar medo, mesmo que, na realidade, esteja aterrorizada.