«

»

nov 18

Como utilizar seus cheques com segurança

Para sua maior segurança, listamos algumas dicas para evitar fraudes com seus cheques:

» Ao retirar ou receber seus talões confira se a numeração do cheque está completa e se não estão faltando folhas;

» Guarde sempre seus talões em local seguro, fora do acesso e do conhecimento de outras pessoas;

» Anote a numeração de folhas que estão sendo utilizadas, pois em caso de roubo é mais fácil a identificação dos cheques;

» Transite com talão de cheque somente quando necessário;

»  Em caso de roubo, furto ou extravio, comunique imediatamente o banco, encaminhando, se for o caso, cópia do Boletim de Ocorrência (“B.O.”);

» A apresentação do Boletim de Ocorrência não é obrigatória para sustação dos cheques, entretanto, em caso de perda, roubo ou furto, se apresentado o “B.O.”, o cheque será devolvido pelo motivo 28, impedindo o seu protesto;

» O Boletim de Ocorrência Eletrônico, obtido através do site da secretária de segurança pública pode ser utilizado pelo interessado para sustação de cheques. Para que possamos acatar este tipo de “B.O.”, será necessário que conste expressamente a ocorrência de furto ou roubo, o nome do banco, agência e número da conta corrente. Em São Paulo o site é www.ssp.sp.gov.br.

Preferencialmente a numeração correta dos cheques deve ser indicada no próprio Boletim de Ocorrência pelo cliente, mas se não constar do “B.O.”, cabe à agência, junto ao cliente, verificar qual a numeração do talão furtado, ou roubado, indicando esta numeração no formulário de sustação e cadastrando corretamente, em nossos sistemas internos, para que tais cheques sejam devolvidos pelo motivo 28 (contra-ordem ou oposição ao pagamento motivada por furto ou roubo);

» Não assine cheques deixando o preenchimento dos outros campos em branco nem deixe grande espaçamento entre letras ou entre números. Preferencialmente, utilize letras e números grandes e legíveis. Além destes cuidados, inutilize os campos e os espaços não utilizados;

» Não aceite canetas de terceiros para preenchimento de cheques. Têm sido registradas com freqüência fraudes realizadas com a utilização de caneta do tipo “eraser pen”, que possibilita apagar o que foi escrito anteriormente. Nestes casos, o valor preenchido no cheque é substituído por outro mais elevado;

» No preenchimento de cheque, atente para os números fáceis de serem alterados: o 3, que pode ser alterado para 8; o 1, que pode ser alterado para 4; o 7, que pode ser alterado para 9;

» Ao assinar o verso do cheque, não deixe campo para anotações anterior a sua assinatura. Se possível, declare a que destina o pagamento do cheque e assine imediatamente após a declaração, sem espaços;

» Preferencialmente, efetue o cruzamento do cheque quando da sua emissão;

» Não empreste suas folhas de cheques para terceiros.